Judaísmo


Arca Sagrada
A Arca da Aliança era uma arca de madeira portatil, revestida a ouro, que continha o Torah original. Os Judeus levaram-na do deserto para o Templo em Jerusalém. Hoje, os rolos da Torah são guardados numa simbólica, por detrás de uma cortina, na parede da sinagoga que está virada para Jerusalém.
Estrela de Davi
Símbolo capital do judaísmo e do Estado judeu, a estrela de Davi está também ligada ao misticismo judeu. Os seus triângulos representam o sol, o fogo e a energia masculina em união coma lua, a água e a energia feminina.
Hamukkah
Este menorah (castiçal) de oito braços é usado para celebrar a Hanukkah, a festa das luzes. As velas são acesas ao longo de oito noites consecutivas, para comemorar um milagre – o óleo acramental que só chegava para um dia, acabou por durar oito dias, quando a luz eterna foi reacendida no templo de Jerusalém, em 164 a.C..
Kippah
Os homens judeus usam um pequeno barrete, ou kippah, em sinal de respeito por Deus. O kippah simboliza a amizade do povo judeu com Deus, de sua dependência de Deus. O kippah recorda a aliança do povo com Deus, que está sempre em sua presença.
Mezuzah
Tradicionalmente, o mezuah é colocado na ombreira da porta da frete. Contém um minúsulo rolo de pergaminho, ou shema, com citações da Bíblia. O shema apela ao povo de Deus para que o ame totalmente e espelha a essência da fé juadaica.
Shofar
Este instrumento feito com um corno de carneiro assinala o Rosh Hashanah, o Novo Ano Judeu, e apela aos Judeus para que se arrepedam dos seus pecados antes do Dia da Expiração. O shofar recorda ainda o animal que Deus deu a Abraão para sacrificar no lugar de Isaac.
Tefillin
A Torah é a lei judaica e contém 613 mandamentos – as instruções de Deus para o povo de Israel. Visto que representam a palavra de Deus, os rolos de pergaminho da Torah são considerados tão sagrados que ninguém lhes pode tocar. Só podem ser tocados manuseando os cabos que se veêm na gravura.
Torah
A Torah é a lei judaica e contém 613 mandamentos – as instruções de Deus para o povo de Israel. Visto que representam a palavra de Deus, os rolos de pergaminho da Torah são considerados tão sagrados que ninguém lhes pode tocar. Só podem ser tocados manuseando os cabos que se veêm na gravura.